A nutrição é uma área  que tem diversas especializações , assim como as outras profissões de saúde. Se você está procurando conhecer alguma dessas especializações, talvez seja interessante ler esse artigo para saber mais.

A nutrição oncológica é um dos tipos de especializações nesta área. Como o nome sugere, está bastante associada à oncologia, ciência voltada para o cuidado de pacientes com câncer.

Trata-se de um tipo de área da nutrição muito importante, mas que nem todo mundo conhece. 

Portanto, nesse artigo vamos explicar tudo sobre a nutrição oncológica: funcionamento, acompanhamento e até mesmo dúvidas frequentes sobre o tema para quem quer se tornar um profissional desse ramo.

A Sanny é pioneira na fabricação de equipamentos para avaliação física com tecnologia 100% nacional!

 

O que é nutrição oncológica?

A nutrição oncológica nada mais é do que uma assistência nutricional que tem foco nos pacientes com câncer. Dessa forma, ela leva em conta o local e o nível do tumor, bem como todas as possíveis doenças associadas.

O objetivo da especialização em nutrição oncológica é poder colaborar com orientações e intervenções nutricionais para que o paciente mantenha o melhor estado nutricional durante o tratamento.

Sendo assim, o nutricionista oncológico mantém uma dieta saudável e adequada às necessidades de cada tratamento, visto que esse tipo de doença pode ter diversas 

limitações importantes a serem consideradas ao longo dos cuidados.

Além de ajudar no próprio tratamento, o nutricionista também pode trabalhar após ele, no processo de recuperação do estado nutricional, garantindo a saúde plena do paciente.

Como funciona a nutrição oncológica?

A nutrição oncológica possui uma abordagem biopsicossocial e multidisciplinar, levando em conta o tratamento orientado pelo médico oncologista e os demais profissionais envolvidos no processo.

Qual a importância da nutrição oncológica?

importancia nutrição oncológica

A nutrição oncológica é essencial para um tratamento efetivo do paciente com câncer. Isso acontece pois a alimentação e o estado nutricional dele vão interferir nos resultados que se busca alcançar. Sendo assim, a nutrição oncológica é importante, pois:

  • Previne a desnutrição do paciente;
  • Aumenta a qualidade de vida da pessoa;
  • Reduz possíveis complicações do tratamento.

Como funciona o acompanhamento na nutrição oncológica?

O processo de acompanhamento durante a nutrição oncológica tem três momentos importantes: avaliação, intervenção e monitoramento.

Avaliação nutricional

Como os nutricionistas sabem, seja qual for a especialização, a avaliação nutricional é sempre o primeiro passo para a elaboração da dieta.

Nesse momento inicial, então, o nutricionista vai analisar todas as alterações no estado nutricional do paciente através do histórico clínico, alimentar e psicossocial que o indivíduo apresenta.

Esse histórico é obtido por meio de questionários sobre a alimentação, mas também sobre aspectos fisiológicos e até mesmo de bem estar.

Intervenção nutricional

Nessa segunda etapa, é o momento de elaboração de um plano de cuidados específico para aquele paciente avaliado. 

Nesse plano irão conter orientações e prescrição de uma dieta completamente alinhada ao tipo de tratamento e à situação clínica do paciente.

De modo geral, as dietas para pacientes com câncer devem ser balanceadas em nutrientes e calorias, além de serem fracionadas a quatro refeições por dia, ao menos. 

Elementos como temperatura dos alimentos, teor de fibra e possíveis restrições alimentares são importantes de serem considerados, pois variam de acordo com a situação que o paciente apresenta.

A partir dessa fase de intervenção nutricional é que irão surgir os efeitos positivos que uma dieta específica pode promover para o tratamento como um todo.

Monitoramento nutricional

Por fim, é preciso monitorar o paciente e os seus resultados. O monitoramento se dá através de uma avaliação periódica do paciente.

Nela, será decidido se a dieta será mantida ou precisa que o plano de cuidados seja ajustado da melhor forma para mais efetividade. 

A frequência desse monitoramento, no entanto, vai sempre variar de acordo com o tratamento e a situação clínica que o paciente apresenta.

Nutrição para prevenção do câncer

nutrição oncológica prevencao

Além da nutrição para o tratamento do câncer, também existe a nutrição para proteger os pacientes de um possível tumor maligno.

De acordo com evidências do AICR American Institute for Cancer Research – Instituto Americano para Investigação do Câncer, algumas das práticas alimentares que ajudam nisso são, por exemplo:

  • Menor consumo de carnes vermelhas, processadas e embutidas. Elas devem, inclusive, ocupar apenas ⅓ do prato nas refeições;
  • Redução do consumo de bebidas com muito açúcar ou industrializadas, além da redução da quantidade de bebidas alcóolicas, buscando a moderação. Também é importante diminuir a quantidade de bebidas com alto valor calórico;
  • Menor consumo de alimentos processados e com muito sódio. É válido buscar sempre olhar os rótulos dos alimentos e limitar o consumo diário de sal por dia, em torno de 1 colher de café.
  • Maior consumo de verduras, frutas, grãos integrais e feijões. Além das reduções, também é bom introduzir mais alimentos saudáveis na dieta.
  • Manter o peso adequado para altura e idade. Embora não seja uma prática alimentar de maneira direta, com uma dieta balanceada e saudável, essa prática se torna possível.

Como se especializar em nutrição oncológica?

Existem cursos de pós-graduação no mercado brasileiro para nutrição oncológica.

A especialização em nutrição oncológica oferece conhecimento teórico e prático nessa área. Além disso, também funciona como uma atualização para profissionais que se interessam no assunto, mesmo que não atuem somente com isso.

Sendo assim, os módulos são voltados para a formação e atuação do profissional nutricionista na oncologia.

Quanto ganha um nutricionista oncológico?

Segundo sites como vagas.com e glassdoor, em média, um nutricionista oncológico pode ter um salário de R $3.500, sendo maior que o valor dos nutricionistas em geral, que fica na média de R$3.000.

Conclusão

Nesse artigo você pode entender mais sobre o universo dos nutricionistas oncológicos. A nutrição oncológica, muitas vezes, está bastante associada também a uma alimentação balanceada de pessoas saudáveis. 

No entanto, se faz necessária e se diferem pois trabalha de forma complementar a um tratamento oncológico e suas particularidades.

By Published On: 23 de agosto de 2021Categories: Profissionais da Saúde0 Comments

Compartilhar

Leave A Comment