A nutrição é um campo de atuação que possui uma série de ramificações. Desde a nutrição esportiva até o campo da pesquisa, há várias opções para se especializar.

A área que iremos falar neste artigo é a nutrição clínica, uma das mais conhecidas, sendo responsável, principalmente, por tratar e prevenir as pessoas de doenças através da alimentação.

Se você tem curiosidade de entender mais sobre nutrição clínica, pode ficar tranquilo, pois nosso artigo vai te ajudar com isso. 

Aqui nós não vamos só explicar o que é a nutrição clínica, mas também vamos falar sobre as principais áreas de atuação, quais são as etapas do atendimento e, ainda, a importância do nutricionista clínico. Boa leitura!

 

cta-adipometro-leitura-direta-dobra-cutanea-triceps

 

O Que É Nutrição Clínica? 

A nutrição clínica é uma das áreas de atuação do nutricionista responsável por tratar enfermidades e proteger o corpo delas por meio da alimentação. 

Por isso, ela será o campo da nutrição responsável por trabalhar no gerenciamento da alimentação equilibrada para a prevenção e melhora do quadro dos pacientes.

 

Como Funciona a Nutrição Clínica? 

A nutrição clínica funciona tanto dentro do ambiente hospitalar como de forma particular. O nutricionista clínico é quem vai garantir que seus pacientes recebam as quantidades necessárias e adequadas de nutrientes dentro de uma terapia alimentar.

A principal atuação do profissional será em prestar assistência nutricional e dietoterápica para o indivíduo de acordo com sua condição em específico. 

 

Quais as Principais Áreas de Atuação? 

nutricionista clínico pode atuar em diversos espaços, tanto no nível ambulatorial como no nível hospitalar, como é o caso de locais como, por exemplo:

  • Consultórios particulares;
  • Consultórios público;
  • Clínicas;
  • Creches;
  • Asilos;
  • UTIs;
  • Enfermarias.

O nutricionista clínico também pode se especializar em alguns tipos de doenças que necessitam de acompanhamento nutricional mais rigoroso para se conquistar a melhora do quadro ou uma melhor relação com a doença, caso ela não tenha cura.

Alguns dos tipos de doenças que podem ser trabalhadas por esse profissional são a desnutrição, a obesidade e a diabetes. 

Iremos falar um pouco mais sobre cada uma delas nos próximos tópicos.

 

Desnutrição 

A desnutrição é uma doença que acontece devido ao consumo de uma dieta inapropriada que carece de nutrientes essenciais para o corpo humano.

Esse problema tende a aparecer em situações que as pessoas não conseguem obter ou preparar alimentos, ou, ainda, apresentam algum tipo de distúrbio que dificulta a ingestão  de alimentos.

É comum que pessoas nessa condição fiquem abaixo do peso normal para sua faixa etária, bem como apresentem aspectos como: ossos salientes, a pele seca e sem elasticidade e cabelos frágeis.

Pessoas que sofrem com desnutrição podem sofrer consequências como a dificuldade em cicatrização de feridas e a falência múltipla de órgãos.

O nutricionista clínico vai ser responsável por combater a desnutrição do paciente. Ele irá identificar o estado nutricional que o indivíduo se encontra para que, assim, possa começar um tratamento específico na reposição nutricional e na reeducação alimentar.

 

Obesidade 

A obesidade é uma doença crônica que se caracteriza, como define a Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo acúmulo anormal ou excessivo de gordura no corpo. A principal característica é o aumento de peso.

A obesidade está associada ao desenvolvimento de diversos problemas de saúde, principalmente aqueles que afetam o sistema cardiovascular, como a hipertensão, o acidente vascular cerebral (AVC) e infarto agudo do miocárdio.

Para o tratamento da obesidade, o nutricionista clínico será um dos profissionais fundamentais nesse processo. 

É ele que irá identificar as tendências do paciente e todos os fatores que promovem o acúmulo de gordura para que, assim, possa criar uma reeducação alimentar adequada.

Além disso, como já falamos, o nutricionista clínico também pode atuar elaborando uma dieta para prevenir pessoas de desenvolverem a obesidade, principalmente aquelas  pessoas que apresentam tendências genéticas. 

 

Diabetes

nutricao-clinica-diabetes

Por fim, outra doença que tem bastante relação com alimentação é a diabetes. De forma geral, ela se dá pela produção inadequada ou má absorção de insulina.

A insulina, por sua vez, é o hormônio responsável por regular a glicose no sangue e garantir energia para o organismo. É ele quem vai quebrar as moléculas de glicose e transformá-las em energia que o nosso organismo irá gastar. 

As altas taxas de glicemia no sangue, devido à diabetes, podem oferecer complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos. 

A diabetes pode ser identificada por meio de exames laboratoriais, bem como a tendência ao desenvolvimento. Embora não tenha cura, ela pode ser controlada.

Dessa forma, o nutricionista irá, primeiro, entender qual é o quadro do paciente e, assim, elaborar um plano alimentar que garanta a manutenção da glicemia em taxas adequadas.

 

Quais as Etapas do Atendimento? 

etapas-atendimento-nutricional

O atendimento do nutricionista clínico deve seguir uma série de etapas para que ele seja capaz de identificar a situação do paciente e, assim, elaborar o melhor plano.

Em primeiro lugar, o profissional irá realizar a anamnese, um questionário sobre o histórico familiar e hábitos do paciente, de forma a entender a condição nutricional do paciente.

O profissional também deverá elaborar uma avaliação física para entender como está a condição corporal dele. Assim, todas as necessidades nutricionais do paciente serão levantadas.

Ao entender o quadro do indivíduo, é possível desenvolver uma estratégia nutricional mais específica, na qual os nutrientes necessários serão priorizados e o profissional irá definir suas quantidades por meio de um plano.

Ao oferecer uma terapia nutricional, o nutricionista clínico também deverá acompanhar a evolução do paciente para entender o que será preciso adaptar.

 

Quais a Importância da Nutrição Clínica? 

A nutrição clínica é muito importante pois, além de atuar diretamente para melhorar quadros de doenças por meio da alimentação, tem caráter preventivo. 

A intervenção precoce que o nutricionista clínico oferece, portanto, é essencial para que os pacientes não cheguem a um estágio grave de suas doenças.

 

Quem Pode Fazer o Atendimento em Nutrição Clínica? 

O atendimento em nutrição clínica pode ser feito, principalmente, por um profissional formado em nutrição. No entanto, médicos nutrólogos também estão aptos a realizar esse tipo de atendimento.

 

cta-adipometro-leitura-direta-dobra-cutanea-triceps

 

Conclusão

Nesse artigo você pode entender todo o trabalho por trás da nutrição clínica, sendo um campo de atuação muito importante, principalmente, no que diz respeito à prevenção de doenças. 

O planejamento alimentar que o profissional de nutrição clínica oferece será essencial para trazer mais saúde e qualidade de vida ao seu paciente!

By Published On: 1 de dezembro de 2021Categories: Adipômetros0 Comments

Compartilhar

Leave A Comment