Abrir um consultório médico próprio é uma meta profissional e pessoal importante para muitos profissionais da saúde. Esse objetivo também está em seus planos? 

Bom, se sim, você precisa saber que dar início à sua prática médica por conta própria é um caminho cheio de obstáculos, mas que certamente vale muito a pena. Com muito esforço, dedicação e algumas das nossas dicas, temos certeza de que você estará cada vez mais perto de ter o seu próprio consultório. 

Neste artigo, falaremos em maiores detalhes sobre quais os documentos necessários para abrir um consultório médico e as regras acerca do tema. Leia agora! 

 

Seus pacientes merecem apenas o melhor. Conheça a Sanny, pioneira na fabricação de equipamentos para profissionais de saúde. Clique Aqui!

 

Leia Também:

Bioimpedância: Como Fazer e Equipamentos Necessários

 

Como abrir um consultório médico?

como-abrir-consultorio-medico

Dados divulgados pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em seu estudo “Demografia Médica no Brasil”, informam que, em 2020, o Brasil alcançou a marca de 2,20 médicos para cada 1.000 habitantes. 

Essa é uma boa notícia para a população, é claro. Afinal, quanto maior a quantidade de médicos, maior a democratização da saúde. Apesar disso, esse é um cenário que pode oferecer desafios para médicos que desejam se destacar no mercado.

Com tamanha competição, como garantir que você se destacará? Abrir um consultório médico é uma boa opção. 

Entenda como fazer isso com as 4 dicas abaixo: 

 

Conheça o seu nicho de atuação

Antes mesmo de pensar em abrir um consultório médico para chamar de seu, é importante ter em mente qual o perfil de cliente que você atenderá e como ele se encaixa no mercado. 

Dentro desse escopo, analise, por exemplo, se o seu público-alvo são pessoas com maior ou menor poder aquisitivo, quais tipos de procedimentos eles mais procuram e o que valorizam em um médico. 

Isso te ajudará a encontrar clientes com mais facilidade e oferecer um serviço mais alinhado às expectativas, tornando os pacientes em verdadeiros parceiros de negócios. 

 

Invista na organização desde o início

Opte por um sistema confiável para gerenciar a sua agenda e a sua rotina de trabalho. Ter uma agenda organizada é um requisito-chave para oferecer um bom atendimento aos seus pacientes. 

Invista em ferramentas de gestão, agendas eletrônicas, sistemas de acompanhamento e outros recursos que facilitarão o seu trabalho. 

 

Escolha bem os profissionais que trabalharão com você

Um consultório é mais do que apenas a estrutura física de um prédio, ele é as pessoas que trabalham nele. 

E, se você não escolher bem os profissionais que representarão a imagem de seu consultório, é possível que todo o seu esforço seja levado por água abaixo durante um atendimento mal feito, ou na desorganização durante o trato dos pacientes. 

 

Não subestime o poder do marketing

Engana-se quem pensa que, porque a medicina é um serviço essencial, ela não pode se beneficiar da comunicação. Investir em estratégias de marketing para médicos pode ser o grande diferencial entre o seu consultório médico e o de seus concorrentes, atraindo mais pacientes.

Mas, atenção, o marketing médico tem as suas próprias regras. Falaremos sobre isso alguns tópicos abaixo… 

 

Regras para montar consultório médico

Para montar o seu consultório médico você precisará: 

  • Determinar a sua área de atuação: são mais de 54 categorias distintas, de acordo com a Agência Nacional de Saúde (ANS), e a escolha delas impacta questões importantes como a declaração do Imposto de Renda.
  • Ter em mãos a documentação necessária: alguns dos principais documentos são a autorização do Corpo de Bombeiros, a autorização da Vigilância Sanitária, o registro do consultório enquanto pessoa jurídica (CNPJ), o alvará de Funcionamento e o cadastro no CNES. 

 

Abrir um consultório médico como pessoa física ou jurídica?

Médicos têm a opção de atuar na profissão como pessoa física ou jurídica, e ambas as modalidades têm as suas particularidades. 

Apesar disso, ao abrir um consultório, é obrigatório que você tenha um CNPJ, a fim de separar de forma satisfatória os gastos relacionados com a sua empresa, o que também ajuda a otimizar os gastos com a tributação. 

 

Quais os documentos necessários para abrir um consultório médico?

Agora, falaremos um pouco mais sobre cada documento necessário para abertura de seu consultório médico e alguns dos cuidados que você, profissional da medicina, deve ter durante esse processo. Confira! 

 

Alvará de funcionamento

O alvará é uma licença de funcionamento que deve ser expedida pela prefeitura da cidade onde o consultório exercerá suas atividades. Em sua grande maioria, consultórios conseguem seus alvarás sem maiores burocracias.

Antes de alugar ou comprar uma sala para seu consultório, verifique se o local conta com as especificações adequadas para a prática médica junto a um engenheiro ou arquiteto especializado. 

 

Licença de funcionamento sanitária

A licença de funcionamento sanitária é expedida pela Anvisa, após inspeção apropriada do espaço que será usado pelo consultório médico. Seu consultório precisará alcançar excelência em uma série de parâmetros relacionados à higiene e estrutura,  estipulados pela CNAE e pela Resolução RDC 153/2017.

 

Divulgação e marketing de consultórios médicos devem observar algumas normas

Toda comunicação de marketing de consultórios médicos é regulamentada pela Resolução CFM Nº 1.974/2011. Aqui vão alguns dos itens obrigatórios de todos os anúncios:

  • Nome do profissional;
  • Especialidade e/ou área de atuação;
  • Número da inscrição no Conselho Regional de Medicina;
  • Número de registro de qualificação de especialista (RQE), se aplicável.

Algumas práticas também são proibidas durante a comunicação de marketing. Conheça algumas delas agora: 

  • Garantir, prometer ou insinuar que os resultados de seu tratamento são “melhores” ou “exclusivos”;
  • Consentir que seu nome seja usado em matérias publicadas sem rigor científico; 
  • Fazer propaganda de método não reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina;
  • Publicar imagens de antes/depois; 
  • Diagnosticar ou prescrever por qualquer meio de comunicação de massa;
  • Divulgar preços de procedimentos e modalidades de pagamento como diferencial competitivo. 

 

Qual é a diferença entre clínica e consultório médico?

qual-a-diferenca-entre-clinica-e-consultorio-medico

Enquanto consultórios são destinados a consultas apenas, clínicas têm maior infraestrutura, capazes de comportar exames mais complexos, cirurgias de diferentes complexidades e até mesmo o cuidado intensivo por meio de CTIs e UTIs. 

Juridicamente, clínicas e consultórios também se diferenciam. Porque executam atividades distintas e têm responsabilidades diferentes, os órgãos de fiscalização não utilizam o mesmo parâmetro para as duas modalidades. 

 

Conheça a Sanny, uma empresa pioneira na fabricação de instrumentos médicos de alta qualidade e alta performance. Visite nosso site agora!

 

Conclusão

Abrir um consultório médico é um passo que requer bastante planejamento e responsabilidade por parte do profissional, mas que pode ser muito gratificante, já que permite um melhor atendimento para seus pacientes e mais liberdade na rotina. 

É importante também ter atenção à documentação necessária para tirar o seu projeto de ter um consultório próprio do papel, além de tomar alguns cuidados na hora de comunicar os seus serviços para o público-geral.

 

Continue lendo…

Medidas Antropométricas: O Que São, Tipos e Instrumentos

By Published On: 20 de setembro de 2021Categories: Profissionais da Saúde0 Comments

Compartilhar

Leave A Comment